ATENÇÃO AMBULATORIAL ESPECIALIZADA: PERFIL DOS GESTORES DE SAÚDE NAS REGIÕES DE SAÚDE DO SUL DE SANTA CATARINA

Rejane de Figueiredo Seldenreich, Gabriella Barbosa Nadas, Lisiane Tuon

Resumo


A governança é explicitada no projeto regional de saúde, mediante a inter-relação nas instâncias e dos atores envolvidos. Esse modelo abre espaço para interações entre os municípios, e requer um sistema de governança participativo, a governança colaborativa. Objetivou-se conhecer o perfil dos gestores e a percepção destes quanto à governança na Atenção Ambulatorial Especializada (AAE), nas regiões de saúde Carbonífera e Extremo Sul Catarinense, Santa Catarina, haja visto que a AAE é considerada um nó crítico no Sistema Único de Saúde (SUS). Estudo transversal, exploratório e descritivo de abordagem quantitativa. Participaram 23 gestores de saúde por meio de questionário. Os dados coletados foram organizados e analisados com auxílio do software estatístico Statistical Package for the Social Sciences (IBM SPSS), versão 20.0®, e apresentados de forma descritiva. Apurou-se que estes colegiados são constituídos por gestores maioria adulto-jovem, do sexo feminino e com graduação completa, sendo a maior parte relacionada com a área da saúde. Destaca-se que 39,1% dos gestores apontaram a inexistência de governança nas instâncias da federação. Portanto, conhecer o perfil dos gestores, assim como a caracterização do diagnóstico da AAE, acredita-se ser significativo à visão e atuação dos gestores no enfrentamento dos entraves na AAE nestes colegiados.


Palavras-chave


Atenção Ambulatorial Especializada. Perfil do Gestor em saúde. Governança na região de saúde. Saúde Pública.

Texto completo:

PDF


Essa revista é melhor visualizada no navegador MOZILLA FIREFOX.

ISSN: 2175-1323 - R. Saúde públ. Santa Cat. Florianópolis, Santa Catarina - Brasil