AVALIAÇÃO DAS CONDIÇÕES HIGIÊNICAS E FÍSICO-ESTRUTURAIS DO CENTRO DE ABASTECIMENTO DE PESCADOS EM UMA CIDADE DO NORDESTE BRASILEIRO

Francisco Regis da Silva, Rejane Maria Maia Moises, Kelvi Wilson Evaristo Miranda, Francisco José Maia Pinto, Josicléia Vieira de Abreu, José William Alves da Silva, Rafaella Maria Monteiro Sampaio, Hermens Linhares Martins, Geraldo Gonzalez Talabera

Resumo


Os pescados são perecíveis, necessitando de condições sanitárias adequadas desde sua captura, manipulação e comercialização. Logo, objetivou-se avaliar as condições higiênicas e estrutura física do Centro de Abastecimento de Pescados. Tratou-se de um estudo de caráter transversal. Avaliou-se as condições higiênicas e estrutura física por meio de uma lista de verificação elaborada segundo a RDC nº 216/2004. Em relação aos resultados, obteve-se um total de não conformidade de 84%. Assim, todos os aspectos investigados apresentaram percentuais próximos e acima de 70% de não conformidade em todos os parâmetros avaliados. Portanto, faz-se indispensável para garantir a qualidade dos pescados e a adequação à legislação vigente a utilização das boas práticas de manipulação de alimentos. Evitando assim, que tais produtos não se tornem fontes de doenças transmitida por alimentos. Ressalta-se ainda, a necessidade de ações concretas de saúde pública oriundas do poder público municipal local para a melhoria das condições físicas do estabelecimento.


Palavras-chave


Peixes; Abastecimento de alimentos; Higiene dos alimentos.

Texto completo:

PDF


Essa revista é melhor visualizada no navegador MOZILLA FIREFOX.

ISSN: 2175-1323 - R. Saúde públ. Santa Cat. Florianópolis, Santa Catarina - Brasil