PROTOCOLO DE ATENDIMENTO ODONTOLÓGICO A PACIENTES PORTADORES DE LESÕES FACIAIS VITIMADOS POR PROJÉTIL DE ARMA DE FOGO

Andréa Silvia Walter de Aguiar, Luiz Sângelo Muniz Barbosa, Vasco Pinheiro Diógenes Bastos, Neily Rodrigues Romero

Resumo


O atendimento a pacientes vítimas portadores de lesões faciais por projétil de arma de fogo é imperioso devido à proximidade com estruturas vitais, como o neurocrânio.  Neste sentido a Odontologia Hospitalar vem ganhando espaço e trazendo grandes contribuições para o paciente crítico. O objetivo deste trabalho é propor um Protocolo de Atendimento Odontológico desenvolvido em um hospital de emergência no Ceará. Para subsídio à elaboração deste protocolo, foi feita uma revisão na literatura nas bases de dados nacionais e internacionais, publicadas no período de janeiro de 2000 a abril de 2017, cujos descritores foram Equipe Hospitalar de Odontologia, Odontologia, Hospitalar, e Ferimentos por Arma de Fogo. O Protocolo foi dividido em: (a) Atendimento Inicial/Emergencial – que engloba do exame físico inicial à solicitação de consulta secundária; (b) Acompanhamento do Paciente Internado. O Protocolo está pautado em estabelecer um algoritmo de atendimento odontológico de forma que possa criar uma assistência mais organizada e eficaz, voltada à segurança do paciente.


Palavras-chave


Odontologia; Equipe hospitalar de odontologia; Ferimentos por arma de fogo.

Texto completo:

PDF


Essa revista é melhor visualizada no navegador MOZILLA FIREFOX.

ISSN: 2175-1323 - R. Saúde públ. Santa Cat. Florianópolis, Santa Catarina - Brasil