CONTROLE SANITÁRIO E RISCO DE INFECÇÃO EM SALÕES DE BELEZA

Eliana Auxiliadora Magalhães Costa

Resumo


Os alicates usados em salões de beleza podem transmitir microrganismos e causar infecção. Este artigo objetiva descrever o controle sanitário na retirada de cutículas e analisar sua eficácia à luz dos referenciais do risco. Trata-se de estudo de revisão narrativa. Os dados de risco revelam a possibilidade de transmissão de patógenos, especialmente de vírus durante a retirada de cutículas, mas esses vírus são passíveis de destruição por métodos de desinfecção. À luz da literatura, conclui-se que o controle de risco para a atividade de retirada de cutículas pode ser realizado com limpeza e desinfecção, processo seguro, operacional e factível para os salões de beleza do que o atualmente normatizado no país.


Palavras-chave


Risco; Centros de embelezamento e estética. Vigilância Sanitária. Esterilização.Inativação de vírus.

Texto completo:

PDF


Essa revista é melhor visualizada no navegador MOZILLA FIREFOX.

ISSN: 2175-1323 - R. Saúde públ. Santa Cat. Florianópolis, Santa Catarina - Brasil