ANÁLISE DAS RELAÇÕES ENTRE PRESTADORES DE SERVIÇOS E OPERADORAS DE PLANOS ODONTOLÓGICOS: VISÃO DO CIRURGIÃO-DENTISTA

Fernanda Cristina Bertram de Moraes, Mirelle Finkler, Daniela Garbin Neumann, João Carlos Caetano

Resumo


Trata-se de um estudo exploratório e transversal, de cunho quantitativo, que buscou conhecer as potencialidades e limitações da Saúde Suplementar sob a visão de cirurgiões-dentistas prestadores de serviços. Por meio de uma correspondência eletrônica, os cirurgiões registrados no Conselho Regional de Odontologia de Santa Catarina e com endereço eletrônico foram convidados a participar, respondendo a um questionário on-line com questões fechadas e abertas. Os resultados das respostas dos 157 participantes indicaram que o credenciamento interfere na autonomia profissional; a principal insatisfação está relacionada ao baixo retorno financeiro; há diminuição da qualidade do atendimento em comparação ao privado; a maioria pretende se descredenciar. Mas reconhecem que o credenciamento tende a aumentar o fluxo de pacientes, compartilham a preocupação em desenvolver uma assistência ética e consideram que o crescimento do setor é positivo para a população. Tais resultados permitem uma melhor compreensão dos conflitos vivenciados no âmbito da microrregulação da atenção à saúde bucal e apontam para a necessidade de uma intervenção mais direta por parte da Agência Nacional de Saúde.


Palavras-chave


Saúde suplementar; Planos de pré-pagamento em saúde; Odontologia; Mercado de trabalho Sistema Único de Saúde

Texto completo:

PDF


Essa revista é melhor visualizada no navegador MOZILLA FIREFOX.

ISSN: 2175-1323 - R. Saúde públ. Santa Cat. Florianópolis, Santa Catarina - Brasil