A Intersetorialidade e a Ação Organizacional em Rede: uma Abordagem Sobre os Conselhos Municipais Intersetoriais

Deliana Dall'Orsoletta, Antonio Marcos Feliciano

Resumo


O estudo teve como objetivo principal verificar a construção da intersetorialidade dentro de modelos de conselhos municipais intersetoriais. A intersetorialidade sendo a união entre diferentes setores em prol de um objetivo comum. E ainda relacionar a intersetorialidade dentro de redes organizacionais, como no caso da pesquisa, dentro da gestão pública em saúde, nos conselhos de saúde por exemplo. Como método de estudo a pesquisa bibliográfica mostrou-se a mais adequada aos objetivos do trabalho, além disso, utilizaram-se alguns estudos de casos sobre a temática. Com as experiências encontradas foi possível fazer um comparativo acerca de como estão se organizando em relação à intersetorialidade, constatando-se que cada local diverge quanto ao funcionamento intersetorial, além da divergência de modelos: conselhos intersetoriais, grupo intergestor, enfim cada local busca essa diferenciação conforme seus objetivos. Conclusivamente, foi possível constatar não há unicidade na adoção de modelos para a ação intersetorial, ou seja, não há um padrão estabelecido para a intersetorialidade. Além dessa, foi possível observar que a intersetorialidade oferece inúmeras contribuições às políticas públicas e à gestão pública, por permitir que os assuntos em pauta sejam aprofundados a partir de múltiplas constatações da realidade, além disso, que a intersetorialidade parece ser uma boa alternativa à redução de custos operacionais quando da implantação de projetos em diferentes instituições do poder público.


Palavras-chave


Gestão em saúde; Estudo de casos; Conselhos de Saúde.

Texto completo:

PDF


Essa revista é melhor visualizada no navegador MOZILLA FIREFOX.

ISSN: 2175-1323 - R. Saúde públ. Santa Cat. Florianópolis, Santa Catarina - Brasil