Compreensão da Regionalização do Sistema de Saúde no Grande ABC Paulista

Edson Coutinho da Silva

Resumo


De acordo com os princípios do Sistema Único de Saúde, o termo regionalização implica na garantia de acesso aos usuários deste Sistema a serviços de qualidade, ao menor custo social, econômico e sanitário possível. O sistema recompõe uma escala adequada à organização dos serviços de saúde ao agregar, em um sistema cooperativo, um conjunto de municípios. Este artigo se propõe compreender o sistema regional de saúde do Grande ABC a partir da implementação dos Departamentos Regionais de Saúde. Para tanto, definiu-se este estudo como sendo descritivo e de caso, onde foram realizadas 19 entrevistas, e os dados foram analisados qualitativamente. Pode-se adiantar que os gestores de saúde do Grande ABC Paulista vêm vivenciando grandes dificuldades em operacionalizar o sistema da maneira idealizada pelo Ministério da Saúde, devido a três grandes questões: “rixas” municipais; determinação da demanda com base em serviços; e ausência de governança. Assim sendo, fica difícil imaginar um “SUS para todos”, conforme as diretrizes do Ministério da Saúde.


Palavras-chave


Regionalização; Equidade em saúde; Saúde pública; Equidade.

Texto completo:

PDF


Essa revista é melhor visualizada no navegador MOZILLA FIREFOX.

ISSN: 2175-1323 - R. Saúde públ. Santa Cat. Florianópolis, Santa Catarina - Brasil