Diagnóstico e Planejamento da Gestão da Assistência Farmacêutica de um Município do Sul de Santa Catarina

Larissa Oliveira, Luciane Bisognin Ceretta, Tamara Simão Bosse, Francielle Lazzarin Gava, Carla Daros Maragno, José Otávio Feltrin, Indianara Reynaud Toreti Becker

Resumo


A Assistência Farmacêutica (AF) como parte integrante dos Serviços de Saúde permeia diversas áreas e representa hoje uma das áreas com maior impacto financeiro no âmbito do SUS. Esta pesquisa teve como objetivo realizar o diagnóstico e planejamento da capacidade de Gestão da Assistência Farmacêutica em um município do Sul de Santa Catarina, a partir do método “Instrumento de Auto-Avaliação para o planejamento em Assistência Farmacêutica” desenvolvido pelo Ministério da Saúde. O instrumento foi aplicado a trinta profissionais de saúde que avaliaram os eixos relacionados à gestão classificando-os segundo estágio de desenvolvimento: estágio um (não-ideal), dois (intermediário) ou três (ideal). Os resultados encontrados mostraram que a Gestão da Assistência Farmacêutica Municipal apresenta três eixos no estágio intermediário e um eixo no estágio não-ideal. A presente pesquisa possibilitou o diagnóstico atual da Gestão da AF municipal e delineou ações e estratégias a serem desenvolvidas para sua estruturação e organização, conforme cada meta estabelecida para a resolução de situações-problema elencadas como prioritárias pela equipe de saúde.


Palavras-chave


Assistência Farmacêutica; Planejamento em Saúde; Avaliação em Saúde.

Texto completo:

PDF


Essa revista é melhor visualizada no navegador MOZILLA FIREFOX.

ISSN: 2175-1323 - R. Saúde públ. Santa Cat. Florianópolis, Santa Catarina - Brasil